Archive for the ‘Fernando Pessoa’ Category

h1

Pela Tela

outubro 22, 2009

note

Gosto de te ver pela tela
Ponto verde que me diz: siga
Obedecer ao comando é mandar sinais ditados pela paixão
Breve momento de alienação que toma conta dos dedos e deixa escorrer sentimentos por muitos ultrapassados
Não há tempo, nem concordância, apenas sentimento
A resposta demora, mas chega
A mesma tela que separa, une
Por enquanto és um cristal líquido que escorre pelas entranhas e deságua em mares de calmaria
‘Navegar é preciso, viver não é preciso’!
Anúncios
h1

A este 13 de junho

junho 14, 2009

casamento

Sossega, coração! Não desesperes!
Talvez um dia, para além dos dias,
Encontres o que queres porque o queres.
Então, livre de falsas nostalgias,
Atingirás a perfeição de seres.
Mas pobre sonho o que só quer não tê-lo!
Pobre esperança a de existir somente!
Como quem passa a mão pelo cabelo
E em si mesmo se sente diferente,
Como faz mal ao sonho o concebê-lo!

Sossega, coração, contudo! Dorme!
O sossego não quer razão nem causa.
Quer só a noite plácida e enorme,
A grande, universal, solente pausa
Antes que tudo em tudo se transforme.

Fernando Pessoa, 2-8-1933.

Pelo dia 13 que passou sorrateiro,
Pelo dia de Santo Antônio, o casamenteiro, e
Pelo dia de Fernando, o Pessoa, meu fiel escudeiro!
h1

Tempo de abandonar

abril 19, 2009

“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.”

 (Fernando Pessoa)

 

Vontade de tomar decisões reais que já foram reveladas no coração…

Porque relutamos tanto em despreender-nos daquilo que já não nos faz mais tão feliz como antigamente?

Hoje roubo o prensamento de ‘Pessoa’ para tentar fazê-los meus…