Archive for the ‘Chico César’ Category

h1

Novo Projeto

novembro 3, 2009
dedos
“Quando não tinha nada eu quis
Quando tudo era ausência esperei
Quando tive frio tremi
Quando tive coragem liguei
Quando chegou carta abri
Quando ouvi Prince dancei
Quando o olho brilhou entendi
Quando criei asas voei
Quando me chamou eu vim
Quando dei por mim tava aqui
Quando lhe achei me perdi
Quando ví você me apaixonei”
(À Primeira Vista – Chico César)

E eu, que nunca pensei em pegar os “Aviões do forró” para me levar a algum lugar, me vi embarcando em uma dança de passos novos que se coordenavam. Parecia a primeira vez que apertava o cinto contra minha barriga e por isso sentia aquele frio de levantar vôo.

Deixar-me tirar os pés do chão sem que ninguém percebesse, e permitir voar para um planeta desconhecido era quase inadmissível, mas raptaste-me sem dar chance de escolher o cativeiro.

Minha testa transbordava a adrenalina dessa viagem que, misturada ao ritmo da dança, denunciava minha excitação mesmo que eu tentasse controlá-la.

A parada gastronômica me fez saborear o doce tatear dos teus dedos em minhas mãos, tão doce que a fome nem percebeu a demora na cozinha ou a confusão dos pratos. Quanto mais tardava, mais gostoso se tornava a espera.

Mal sabia eu que ainda preparavas um banquete que me alimentaria a alma e o ego. Vi beleza em respostas bobas, em sorrisos largos e até em olhares investigativos da mesa ao lado. Tua companhia me bastava!

Mas, como bom engenheiro, planejaste o melhor para o final, sem platéia, sem luzes, sem palco. Porém com muito anseio, sensibilidade e precisão de quem (im)planta projetos, lançaste a pedra fundamental.

Foi dada a partida.

 (Pelo dia 14 de agosto de 2009)
Anúncios