Posts Tagged ‘Milton Nascimento’

h1

Resposta

junho 8, 2009
 Bem mais que o tempo que nós perdemos
Ficou prá trás também o que nos juntou
Ainda lembro que eu estava lendo
Só prá saber o que você achou
Dos versos que eu fiz e ainda espero
Resposta
Desfaz o vento o que há por dentro
Desse lugar que ninguém mais pisou
Você está vendo o que está acontecendo
Nesse caderno sei que ainda estão
Os versos seus tão meus que peço
Nos versos meus tão seus que esperem
Que os aceite
Em paz eu digo que eu sou
O antigo do que vai adiante
Sem mais eu fico onde estou
Prefiro continuar distante
(Skank)
 
Apreensiva por tua resposta quase não consigo concentra-me nos meus afazeres.
A suspeita do que vais dizer-me leva-me a antigos questionamentos.
Vôos incertos para destinos conhecidos, na turbulenta asa de um Carneiro alado.
A orientação requer cautela, mas leio instruções em tua fala que me oferecem um salva vidas com nova vida.
Vida que dizes não querer, mas que sempre titubeias quando coloco em nosso plano de voo.
Não sei mais qual o destino, aliás, nunca soube. Apenas conheço o caminho e este, por mais turbulento que seja, ainda me agrada.
Aguardo teu bilhete…