Archive for the ‘Djavan’ Category

h1

Um dia frio

maio 21, 2009

Um dia frio
Um bom lugar pra ler um livro
E o pensamento lá em você
Eu sem você não vivo
Um dia triste
Toda fragilidade incide
E o pensamento lá em você
E tudo me divide

Longe da felicidade e todas as suas luzes
Te desejo como ao ar
Mais que tudo
És manhã na natureza das flores

Mesmo por toda riqueza dos sheiks árabes
Não te esquecerei um dia, nem um dia
Espero com a força do pensamento
Recriar a luz que me trará você

E tudo nascerá mais belo
O verde faz azul com o amarelo
O elo com todas as cores
Pra enfeitar amores gris

Era exatamente isso, um dia frio.
Frio porque estávamos longe um do outro e o calor dos nossos corpos não conseguia ultrapassar a distância de quase 2000 km geográficos que nos separava. 
Sua mensagem chegou como pombo correio, que traz boa notícia e planta um sorriso em meu rosto.
Suas letras sempre me impressionam.
Confesso esperar sempre menos do que me ofereces.
E sempre me ofereces muito, o suficiente para deixar-me dias a pensar em ti.
Queria ter um tele transportador para chegar até você, de surpresa, e dizer aqui estou… de todas as formas… assim como pedistes!
h1

Avião

maio 5, 2009
Pode quebrar, sofrer, cair, descer, contorcer de dor
Não vou mais me prender a você, fazer o mesmo show
Vou bater na porta da vida, receber e pagar
Sem ter que me entregar a ninguém, seu mundo pra mim é pouco eu quero a paz e viver solto
Vai dizer que sou louco sou não
Eu me cansei de ser seu avião não vou voar não
(Djavan)
Porque sempre apareces quando já decidi não ver-te mais?Vens colocar-me a prova das tentações que me trazes quando por perto?E eu, por minha vez, porque não resisto?Estou deixando a porta entreaberta para veres que fico feliz quando estas longe, mas sei que corro o risco de querer que fiques.

Só uma certeza me domina agora: o que quer que seja quero que seja meu, completo, todo e total.